• Content blog for candidates3
Candidates
Minha experiência como líder de equipe na Personal Shopper Agency

03/05/23

Após 2 anos de dedicação como personal shopper na agência, fui promovida a líder de equipe em minha cidade, onde pude comprovar que minha paixão pela moda nunca deixará de existir e que nada me satisfaz mais do que ver a alegria dos clientes ao receberem seus itens de luxo.

Meu nome é Renata e quero contar a você a história de como me tornei líder de equipe na Personal Shopper Agency, uma empresa com a qual trabalho há 4 anos e que me proporcionou oportunidades incomparáveis.

Quer saber sobre minhas primeiras experiências como personal shopper? Confira aqui.

  1. Dedicação e responsabilidade
  2. Líder de uma equipe extraordinária
  3. O trabalho perfeito


Dedicação e responsabilidade

mulher-falando-ao-telefone

Meus primeiros passos no mundo das compras de luxo foram um tanto incertos, não posso negar que tive muitas dúvidas quando comecei minha jornada como personal shopper, principalmente porque achava que era um trabalho bom demais para ser verdade, e que era impossível alguém me pagar para adquirir produtos de luxo para os clientes.

No entanto, todas as minhas dúvidas foram dissipadas com o tempo e pude compreender o verdadeiro propósito de uma agência de personal shopper; a empresa é a ponte que conecta os clientes com as casas de moda mais influentes do mundo, é uma porta de acesso a produtos exclusivos que não são tão facilmente encontrados. E, é claro, os personal shoppers são os mensageiros que tornam possível o cliente obter o produto.

Após meus primeiros serviços como personal shopper e alguns erros que cometi, como quando troquei as etiquetas e enviei duas bolsas exclusivas da Hermès para os clientes errados, consegui aprender aos poucos até me tornar uma compradora muito dedicada e atenta, ousaria dizer que em 2 anos de trabalho já me considerava uma especialista no assunto de marcas e produtos, até mesmo em envio, embora essa seja a parte que menos gosto do trabalho.

Assim, ao longo do tempo, o representante que me supervisionava percebeu que era hora de me oferecer maiores desafios e testar as habilidades que adquiri durante meu tempo como personal shopper. Agora eu estaria encarregada de um grupo de compradores em minha cidade, o que significava que era minha responsabilidade orientá-los para que entendessem o trabalho e dessem o melhor de si.

Naquele momento, quando foi anunciado que seria promovida a líder de equipe, não consegui conter minha empolgação, mas após a alegria inicial, comecei a sentir nervosismo. Eu realmente estava pronta para guiar os outros? Seria bem-sucedida nessa nova posição? Teria habilidade para ensiná-los assim como fui ensinada quando me tornei uma personal shopper? Todas essas dúvidas assombravam minha mente dia e noite, mas como sempre, havia apenas uma maneira de respondê-las, continuando a fazer meu trabalho e dando o meu melhor.

Líder de uma equipe extraordinária

mulheres-reunidas-à-mesa

Finalmente, o momento crucial chegou, meu líder de equipe me apresentou à primeira compradora que eu iria guiar em seus primeiros serviços, seu nome era Laura, uma jovem bastante nova e sem experiência prévia no mundo do luxo. Naquele momento, eu me considerei sortuda por ter sido informada sobre moda quando comecei como personal shopper. De qualquer forma, era minha responsabilidade orientá-la e ensinar tudo o que ela precisava saber para que estivesse preparada para seus primeiros serviços nas lojas.

Então, trabalhei com Laura por algumas semanas e a instruí em tudo o que ela deveria fazer em suas visitas às lojas de luxo: como se vestir, sua atitude e algumas dicas sobre como ser amigável com os vendedores, para que fosse mais fácil para ela conseguir os itens. Para minha alegria, Laura conseguiu todos os produtos solicitados pelos clientes e em poucas semanas ela conseguiu sua primeira bolsa Hermès Constance. Foi um sucesso! Eu estava completamente orgulhosa dela.

Conforme os meses passavam, minha equipe de personal shoppers crescia exponencialmente, agora eu era responsável por seis shoppers, todos eles davam o melhor de si e, apesar de alguns tropeços, conseguiam obter os produtos solicitados.

Durante esse tempo, minhas orientações para eles foram além dos detalhes técnicos, pois eu era responsável por ensiná-los que a compra de produtos de luxo é algo muito delicado e importante. É um trabalho simples em essência, mas requer muita responsabilidade e dedicação por parte dos personal shoppers. É essencial que eles sempre cuidem dos produtos que compram até que sejam enviados ao destino do cliente, pois qualquer coisa pode acontecer e um pequeno erro pode fazer com que um item avaliado em milhares de euros seja perdido.

Hoje, todos os meus personal shoppers trabalham de forma impecável, na verdade, tive a oportunidade de promover alguns deles a líderes de equipe, devido à sua grande responsabilidade e bom trabalho. Todos eles são um ótimo exemplo para os novos shoppers e elevam o nome da agência, além de todos os valores que ela representa. Estou muito orgulhosa da minha equipe e não trocaria eles por nada.

O trabalho perfeito

mulher-andando-na-rua-com-sacolas-de-compras

Ser uma personal shopper e agora líder de equipe tem sido uma das melhores decisões que já tomei em relação à minha vida profissional, e isso se deve a várias razões, mas para mim as mais importantes são a experiência adquirida ao trabalhar no mundo do luxo e, em segundo lugar, a possibilidade de me tornar uma cliente influente das lojas oficiais.

Além dessas vantagens, a renda extra tem sido extremamente útil para mim nos meses em que minhas despesas regulares aumentam, ou quando quero recompensar meu esforço com alguns mimos. E o melhor de tudo, não tive problemas com o regime fiscal em meu país e me adaptei muito bem à declaração anual de renda.

No entanto, uma das coisas que mais valorizo em trabalhar na Personal Shopper Agency é que posso organizar meu tempo de forma otimizada, sem perder nada em meu emprego regular e na minha posição como líder. Tenho a capacidade de trabalhar no horário que me convém melhor, dando o melhor de mim sem me estressar muito. Sem dúvida, este é um dos pontos mais valiosos.

Por fim, a experiência e a satisfação de liderar uma equipe de shoppers tão diligentes e eficientes são mais uma das grandes conquistas que obtenho ao trabalhar com a Personal Shopper Agency. Com certeza, se eu tivesse perguntado à Renata adolescente onde ela se veria daqui a 15 anos, ela nunca teria imaginado o quão feliz estaria.

Se você sempre sonhou com uma carreira no mundo da moda e do luxo, ou se deseja combinar seu emprego regular com uma ocupação confortável que gere renda extra, não hesite em se candidatar para se tornar um personal shopper.Eu garanto que as possibilidades são infinitas.

Leave a comment

Please Login to leave a comment

Comments (0)